PUBLICIDADE
Topo

AstraZeneca avisa que entregará menos vacinas à Europa do que o previsto inicialmente

22/01/2021 15h34

Londres, 22 Jan 2021 (AFP) - As entregas para países europeus da vacina desenvolvida pela AstraZeneca / Oxford, pendente de aprovação, serão menores do que o esperado devido a uma "queda de desempenho" em uma das fábricas, disse o grupo britânico nesta sexta-feira (22).

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) anunciou em 12 de janeiro que recebeu um pedido de autorização para a vacina covid-19 desenvolvida pelo laboratório britânico AstraZeneca e pela Universidade de Oxford e disse que poderia tomar sua decisão em 29 de janeiro.

Após o anúncio britânico nesta sexta-feira, um porta-voz da Comissão Europeia afirmou que eles estão "trabalhando para obter mais informações".

Uma porta-voz da AstraZeneca explicou à AFP que "embora não haja prazo definido para o início dos embarques da vacina, se ela for aprovada na Europa, os volumes iniciais serão menores do que o inicialmente planejado devido à queda no rendimento de um centro de fabricação de nossa rede de suprimentos europeia. "

"Vamos fornecer dezenas de milhões de doses em fevereiro e março para a União Europeia e continuaremos aumentando os volumes de produção", acrescentou, sem especificar as quantidades exatas.

A União Europeia e a EMA estão sob forte pressão dos países membros para acelerar a aprovação de novas vacinas contra o coronavírus.

A vacina AstraZeneca / Oxford tem a vantagem de ser de produção mais barata do que suas rivais.

Também é mais fácil de armazenar e transportar, principalmente se comparada a desenvolvida pela Pfizer / BioNTech, que deve ser armazenada em temperaturas muito baixas (-70°C).

pau-acc/jz/jc/mvv

ASTRAZENECA

PFIZER

BioNTech