PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Defensora de poção mágica, ministra da Saúde do Sri Lanka está com covid-19

Pavithra Wanniarachchi havia consumido e aprovado publicamente uma suposta poção mágica, contendo mel e noz-moscada, feita por um feiticeiro contra o vírus - Reprodução/Twitter
Pavithra Wanniarachchi havia consumido e aprovado publicamente uma suposta poção mágica, contendo mel e noz-moscada, feita por um feiticeiro contra o vírus Imagem: Reprodução/Twitter

23/01/2021 09h11

A ministro da Saúde do Sri Lanka, Pavithra Wanniarachchi, publicamente adepta da bruxaria e de uma poção mágica contra o novo coronavírus, testou positivo para covid-19 e será isolada - anunciaram as autoridades locais neste sábado (23).

"Seu teste antigênico deu positivo na sexta-feira, e ela foi convidada a se isolar", disse um funcionário do Ministério, acrescentando que "todos os seus contatos imediatos foram colocados em quarentena".

Pavithra Wanniarachchi havia consumido e aprovado publicamente uma suposta poção mágica, contendo mel e noz-moscada. A mistura foi fabricada por um feiticeiro, segundo o qual imunizava para sempre contra o vírus.

Um jovem ministro, que também bebeu a poção mágica popularizada por Wanniarachchi, foi diagnosticado positivo para covid-19 esta semana.

Esta nação insular de 21 milhões de habitantes aprovou, na sexta-feira (22), o uso urgente da vacina desenvolvida pela AstraZeneca e pela Universidade de Oxford, poucas horas após o teste positivo de sua ministra da Saúde, disseram autoridades.

O número de infecções devido ao novo coronavírus no Sri Lanka vem aumentando desde outubro de 2020, passando de 3.300 casos de contágio e 13 mortes para atuais cerca de 57.000 contaminados e 278 óbitos.

Internacional