PUBLICIDADE
Topo

Fábricas da AstraZeneca no Reino Unido devem produzir vacinas para UE

27/01/2021 12h31

Bruxelas, 27 Jan 2021 (AFP) - As duas unidades da AstraZeneca no Reino Unido que fabricam vacinas para a covid-19 devem compartilhar a produção com a União Europeia (UE), em virtude do contrato que assinou como bloco - declarou um funcionário de alto escalão da UE.

"Esperamos que as fábricas do Reino Unido entreguem doses? A resposta é sim", disse esta fonte da UE, que pediu para não ser identificada.

A AstraZeneca poderá reduzir drasticamente seu volume de entregas neste trimestre, em relação ao acordado inicialmente, por problemas em suas plantas situadas no território europeu.

Outro alto executivo da UE afirmou que as duas fábricas da AstraZeneca no Reino Unido são fornecedores prioritários para o contrato com a UE, seguidas de uma unidade na Bélgica e outra na Alemanha.

"Queremos apresentar toda a sequência para que não restem dúvidas", acrescentou.

O funcionário acrescentou que a AstraZeneca havia anunciado um atraso no ritmo de entregas a cerca de 25% do prometido.

Esse cenário é "inaceitável", reforçou a mesma fonte, lembrando que a UE destinou 336 milhões de euros (em torno de US$ 406 milhões) à empresa para a produção da vacina.

Segundo esta fonte, as explicações da companhia sobre o atraso variaram, e a versão principal - que menciona um "problema de desempenho" em uma das unidades com sede na UE - é insatisfatória.

"Não nos dizem qual é o verdadeiro problema", reclamou um dos funcionários.

Como as outras plantas da AstraZeneca não foram afetadas, a história "é um pouco inconsistente", acrescentou uma das fontes.

"O problema real é que não temos clareza do caminho a seguir", comentou.

ahg/jz/tt