PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
9 meses

Zimbábue recebe vacinas anticovid doadas pela China

Doses da vacina da Sinopharm contra a covid-19 chegam no aeroporto de Harare - Jekesai Njikizana/AFP
Doses da vacina da Sinopharm contra a covid-19 chegam no aeroporto de Harare Imagem: Jekesai Njikizana/AFP

Em Harare (Zimbábue)

15/02/2021 08h43

O Zimbábue recebeu nesta segunda-feira (15) um primeiro lote de 200.000 vacinas contra a covid-19, doadas pelo fabricante chinês Sinopharm, constataram jornalistas da AFP.

"Não esqueceremos que em uma situação de necessidade, a China reagiu rapidamente", declarou o vice-presidente Constantino Chiwenga no aeroporto de Harare, aplaudindo uma doação "oportuna" e uma "nova prova do vínculo de amizade e solidariedade" entre os dois países.

"No próximo mês, compraremos 600.000 doses suplementares da China e o programa continuará até que a meta de 1,8 milhão de doses seja atingida", disse o ministro das Finanças, Mthuli Ncube, também presente no aeroporto.

As vacinas serão verificadas pela autoridade local de controle de medicamentos antes de serem usadas.

A eficácia deste imunizante contra a covid-19 não foi divulgada. O Zimbábue registrou mais de 35.000 casos de covid-19, incluindo 1.400 mortes.