PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Esposa de 'El Chapo' é detida sem fiança nos EUA, acusada de narcotráfico

Esposa de "El Chapo" é detida sem fiança nos EUA, acusada de narcotráfico - Getty Images
Esposa de 'El Chapo' é detida sem fiança nos EUA, acusada de narcotráfico Imagem: Getty Images

23/02/2021 18h21

A esposa do ex-traficante mexicano Joaquín "El Chapo" Guzmán foi detida sem fiança nos Estados Unidos nesta terça-feira (23), depois de ser presa nos arredores de Washington, acusada de tráfico de drogas.

Emma Coronel Aispuro, de 31 anos, pode pegar no mínimo 10 anos e no máximo a prisão perpétua nos Estados Unidos por sua participação no tráfico de drogas do Cartel de Sinaloa, liderado por seu marido, disse a juíza Robin Meriweather, do tribunal federal do Distrito de Columbia.

A ex-miss, com dupla nacionalidade americana e mexicana, compareceu à audiência preliminar por videoconferência devido à pandemia da covid-19.

"Entendi tudo muito bem, obrigada", disse Coronel em espanhol ao final de sua apresentação, quando questionada por meio de um tradutor se precisava de esclarecimento sobre algum aspecto do procedimento.

Foi a frase mais longa que Coronel proferiu durante a audiência, realizada pouco depois do meio-dia local e que os jornalistas puderam acompanhar por telefone.

A esposa de "Chapo", o traficante de drogas mais poderoso do mundo antes de ser extraditado para os Estados Unidos em 2017, foi presa na segunda-feira no Aeroporto Internacional Dulles, nos arredores de Washington. Dois anos antes, seu marido havia sido considerado culpado em Nova York por despachar toneladas de drogas para os Estados Unidos por mais de 25 anos.

Coronel compareceu quase diariamente ao julgamento histórico de "El Chapo", que desde sua sentença, em julho de 2019, está cumprindo prisão perpétua no presídio de segurança máxima ADX, no Colorado.

Sentada no banco do público, Coronel, 32 anos mais jovem que o marido, ouviu as vezes que foi apresentada como sua cúmplice. "Meu nome foi citado várias vezes e exposto em dúvida", disse ela ao final do processo contra o marido, garantindo não ter "nada" do que se envergonhar.

Agora, de acordo com a denúncia criminal contra ela, Coronel enfrenta uma acusação de conspiração para distribuir nos Estados Unidos cinco quilos ou mais de cocaína, um quilo ou mais de heroína, 500 gramas ou mais de metanfetamina e mil quilos ou mais de maconha, além de uma acusação adicional para "ajudar e incitar" um crime.

Um dos advogados de Coronel, Jeffrey Lichtman, o mesmo que defendeu "Chapo", disse à AFP na segunda-feira que sua cliente se declararia inocente. Mas nenhuma declaração foi feita nesta primeira audiência.

Lichtman disse ao tribunal na terça-feira que planeja entrar com um pedido em breve para que Coronel, a mãe das duas filhas gêmeas de "Chapo", de 9 anos, seja libertada sob fiança.

Internacional