PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Equador importará dois milhões de doses da vacina anticovid da chinesa Sinovac

Equador importará dois milhões de doses da vacina anticovid da chinesa Sinovac - Shutterstock
Equador importará dois milhões de doses da vacina anticovid da chinesa Sinovac Imagem: Shutterstock

25/02/2021 19h16

O Equador importará dois milhões de doses da vacina contra a covid-19 da farmacêutica chinesa Sinovac para ampliar seu plano de imunização, disse nesta quinta-feira (25) o ministro da Saúde, Juan Carlos Zevallos.

"A Sinovac acaba de aprovar (a compra de) dois milhões de doses para nós", afirmou o ministro em coletiva de imprensa.

O primeiro milhão de doses chegará em março e o restante, em abril, acrescentou.

O Equador também "se encontra em negociações com a Rússia" para o fornecimento de vacinas, anunciou a pasta da Saúde em um comunicado.

Quito começou seu plano de imunização contra a covid-19 em janeiro, após a chegada do primeiro lote da vacina da Pfizer-BioNTech. No total, recebeu quase 42.000 doses da sociedade americana-alemã.

Com 17,4 milhões de habitantes, o Equador negociou 20 milhões de doses com a americana Pfizer/BioNTech, a britânica AstraZeneca, a chinesa Sinovac e a iniciativa Covax, da Organização Mundial da Saúde (OMS), para imunizar 60% da sua população.

O país está entre os mais afetados da América Latina pela pandemia, com um total de 278.779 casos e 15.634 mortes.

Internacional