PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Primeiro-ministro da Armênia denuncia tentativa de golpe de Estado militar

Arquivo - Pashinyan denunciou tentativa de golpe de Estado militar depois que o Estado-Maior do exército pediu a renúncia de seu governo - AFP/Press Service of  Armenia"s government/ handout
Arquivo - Pashinyan denunciou tentativa de golpe de Estado militar depois que o Estado-Maior do exército pediu a renúncia de seu governo Imagem: AFP/Press Service of Armenia's government/ handout

Em Yerevan, Armênia

25/02/2021 06h29

O primeiro-ministro armênio, Nikol Pashinyan, denunciou nesta quinta-feira uma tentativa de golpe de Estado militar depois que o Estado-Maior do exército pediu a renúncia de seu governo.

"Considero que a declaração do Estado-Maior é uma tentativa de golpe de Estado militar. Peço a todos os nossos partidários que se reúnam na Praça da República em Yerevan", escreveu Pashinyan em sua página no Facebook.

Em uma mensagem ao vivo nesta rede social, Pashinyan anunciou a destituição do general Onik Gasparian do comando do Estado-Maior.

A oposição também tem a intenção organizar protestos.

Na quarta-feira, Pashinyan demitiu um auxiliar de Gasparian, o que levou o Estado-Maior a pedir sua renúncia por considerar que o primeiro-ministro "não está mais em condições de tomar as decisões necessárias".

Pashinyan está sob pressão da oposição que exige sua renúncia desde a derrota militar da Armênia para o Azerbaijão em 2020 no conflito de Nagorno Karabakh.

Internacional