PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

EUA não pedirão aos Rockefeller que devolvam tapeçaria retirada da ONU

Guernica - Reprodução/The Guardian
Guernica Imagem: Reprodução/The Guardian

01/03/2021 20h40

Os Estados Unidos não pedirão à família Rockefeller que devolva a tapeçaria que representa a "Guernica", de Picasso, à sede da ONU, de onde a obra foi removida na semana passada, informou nesta segunda-feira a nova embaixadora do país na organização.

"Tudo que posso dizer é agradecer à Fundação Rockefeller por ter emprestado uma tapeçaria tão incrível às Nações Unidas. Mas sentirei falta de vê-la aqui", disse em entrevista coletiva Linda Thomas-Greenfield, cujo país preside o Conselho de Segurança no mês de março.

A retirada da grande obra que permaneceu por mais de três décadas na entrada da sede do Conselho causou comoção entre diplomatas e funcionários do alto escalão da ONU, entre eles o secretário-geral, Antonio Guterres.

Encomendada em 1955 por Nelson Rockefeller e tecida pela francesa Jacqueline de La Baume-Dürrbach, a tapeçaria foi cedida à ONU em 1984. Presidentes, ministros e embaixadores que participavam das reuniões do Conselho de Segurança passavam diante da peça rumo à sala de reuniões do órgão mais importante das Nações Unidas, responsável pela paz no mundo.

Para preencher o vazio deixado pela obra, a secretaria da ONU espera uma disputa acirrada entre os países-membros que queiram promover seus artistas.

Internacional