PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
1 mês

Merkel deve propor reduzir restrições na Alemanha a partir de 8 de março

13.dez.2020 - A chanceler da Alemanha, Angela Merkel - EFE/EPA/RAINER KEUENHOF/POOL
13.dez.2020 - A chanceler da Alemanha, Angela Merkel Imagem: EFE/EPA/RAINER KEUENHOF/POOL

02/03/2021 10h01

Berlim, 2 Mar 2021 (AFP) - A chanceler alemã Angela Merkel vai propor amanhã aos responsáveis das regiões uma flexibilização das restrições decretadas pela pandemia, a partir de 8 de março, segundo um projeto de resolução obtido pela AFP hoje.

A chanceler estima que a partir de agora será possível permitir contatos entre "duas unidades familiares", mas sem ultrapassar os cinco adultos no total, segundo este texto. A Alemanha já autorizou nas últimas semanas a reabertura de escolas e salões de beleza.

Outros comércios, como as floriculturas ou as livrarias, também estão previstos para reabrir nas regiões onde ainda permanecem fechados até agora, de acordo com o projeto.

As autoescolas e os salões de beleza também poderão retomar suas atividades, mas os clientes terão que apresentar um teste de antígenos realizado no mesmo dia.

No entanto, os restaurantes, os locais de lazer e de esporte permanecerão fechados ao menos até 28 de março, segundo o documento.

O texto ainda precisa ser aprovado pelos 16 responsáveis das regiões, que se reunião com Merkel nesta quarta-feira.

Nas últimas 24 horas, a Alemanha registrou 3.943 novos casos, segundo dados do instituto Robert Koch, e neste fim de semana o país superou as 70 mil mortes por covid-19 desde o início da pandemia.

Coronavírus