PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

América Latina supera 700.000 mortes por covid (contagem AFP)

08/03/2021 23h38

Montevidéu, 9 Mar 2021 (AFP) - Mais de 700.000 mortes por covid-19 foram oficialmente registradas na América Latina e no Caribe desde o início da pandemia em dezembro de 2019, de acordo com uma contagem realizada pela AFP nesta segunda-feira com base em dados das autoridades de saúde.

Os países da região somam 700.022 mortes (em 22.140.444 casos registrados), ficando atrás da Europa (876.511) e à frente dos Estados Unidos/Canadá (547.986) e da Ásia (259.925).

A região viu uma aceleração no avanço da covid-19 em dezembro, mas desde fevereiro o número diário de mortes voltou a cair para menos de 3.000.

Na semana passada, houve uma média de 2.850 mortes diárias pelo novo coronavírus, o que representou um aumento de 6% em relação aos sete dias anteriores.

Em 31 de outubro, a América Latina e o Caribe ultrapassaram 400.000 mortes pela pandemia. Em 29 de dezembro, o número chegou a 500.000.

Embora essas duas datas tenham tido 59 dias de intervalo, o ritmo das mortes acelerou depois e demorou apenas 35 dias para que as mortes subissem para 600.000 em 2 de fevereiro. Agora, 34 dias depois, chegou-se às 700.000 mortes.

Brasil e México respondem por dois terços das mortes na América Latina. Como o segundo país com mais luto no mundo, atrás dos Estados Unidos, o Brasil tem 266.398 mortes em mais de 11 milhões de casos, enquanto o México responde por 190.604 de 2,1 milhões de infecções.

Em todo o mundo, cerca de 117 milhões de casos de covid-19 foram registrados, com quase 2,59 milhões de mortes desde o início da pandemia em dezembro de 2019.

bur-meh-sim/tup/am