PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
15 dias

Três soldados sauditas são executados por 'alta traição'

10/04/2021 08h23

Riade, 10 Abr 2021 (AFP) - Três soldados sauditas foram executados neste sábado (10) por "alta traição", anunciou a agência oficial saudita SPA.

Os três soldados foram condenados pelo "crime de alta traição por colaborar com o inimigo" de uma forma que ameaça o reino e seus interesses militares, informou a agência, que cita o ministério da Defesa.

O comunicado menciona os três soldados --Mohamed bin Ahmed, Shaher bin Isa e Hamud bin Ibrahim--, mas não identifica com quem estavam em conivência.

O anúncio ocorre no momento em que o príncipe herdeiro Mohamed bin Salmán, de 35 anos, consolida seu controle do poder e enquanto se intensifica a campanha militar de seu país no vizinho Iêmen.

Nos últimos três anos, o príncipe herdeiro empreendeu uma ampla campanha de repressão contra seus críticos e rivais, com a prisão de membros de destaque da família real, magnatas, clérigos e ativistas.

Riade lidera uma coalizão militar no Iêmen desde março de 2015 em apoio ao governo reconhecido internacionalmente, mas enfrenta dificuldades para expulsar os rebeldes huthis apoiados pelo Irã.

bur-ac/mh/feb/tjc/pc/aa