PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Grupo de palestinos é detido após choque com polícia em Jerusalém

07/05/2021 07h02

Jerusalém, 7 Mai 2021 (AFP) - Quinze palestinos foram detidos na madrugada desta sexta-feira (7) após confrontos entre as forças de segurança israelenses e manifestantes contra a expulsão de famílias palestinas em Jerusalém - relatou a polícia.

Os manifestantes lançaram pedras, agrediram civis e membros das forças de segurança e incendiaram um carro, informou a polícia em um comunicado.

Os confrontos explodiram na noite de ontem (6) em um bairro de Jerusalém Oriental, em meio a uma batalha legal sobre o futuro de várias famílias palestinas ameaçadas de expulsão em benefício dos colonos israelenses.

Na noite de quinta-feira, o deputado da extrema direita israelense Itamar Ben Gvir foi ao bairro de Sheikh Jarrah, próximo à Cidade Velha e foco da tensão, para apoiar os residentes judeus, horas depois de a Suprema Corte ter adiado uma nova audiência no caso de famílias ameaçadas de expulsão.

Palestinos lançaram projéteis na barraca instalada por colonos na porta de uma casa e trocaram insultos com o deputado.

O eixo da disputa é a propriedade das terras onde foram construídas várias casas, nas quais vivem quatro famílias palestinas.

O tribunal distrital de Jerusalém decidiu, no início deste ano, em favor das famílias judias que reivindicam o direito a estas terras em Jerusalém Oriental, um setor palestino ocupado e anexado por Israel.

Segundo a lei israelense, se os judeus puderem provar que sua família vivia em Jerusalém Oriental antes da guerra de 1948, deflagrada após a criação de Israel, eles podem pedir a devolução de seu "direito de propriedade".

A decisão do tribunal provocou a ira dos palestinos. Os protestos iniciados desde então terminam, com frequência, em enfrentamentos com as forças da ordem.

mib/bfi/es/mar/tt