PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

EUA condena declarações 'antissemitas' de presidente turco

18/05/2021 20h49

Washington, 18 Mai 2021 (AFP) - Os Estados Unidos criticaram duramente o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, nesta terça-feira (18), pelo que chamaram de comentários "antissemitas" durante sua denúncia da ofensiva israelense em Gaza.

"Os Estados Unidos condenam veementemente os recentes comentários antissemitas do presidente Erdogan sobre o povo judeu e os consideram repreensíveis", declarou o porta-voz do Departamento de Estado, Ned Price. "Pedimos ao presidente e a outros líderes turcos que se abstenham de fazer comentários incendiários, que poderiam levar a mais violência."

O presidente turco, que acusou Israel de "terrorismo" contra os palestinos, afirmou recentemente: "Está na sua natureza. São assassinos, a ponto de matarem crianças de 5 ou 6 anos. Só se satisfazem chupando o seu sangue." Erdogan também arremeteu contra o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, por seu apoio diplomático a Israel, afirmando que o mesmo "tem as mãos sujas de sangue".

O presidente turco, cujas raízes políticas estão no islamismo, vem defendendo a causa palestina em seus 18 anos de governo, apesar de a Turquia continuar sendo um dos poucos países de maioria muçulmana que mantêm relações com Israel.

sct/jm/gma/dga/am/lb