PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Cuba inicia testes de vacina anticovid-19 em crianças e adolescentes

14/06/2021 16h20

Havana, 14 Jun 2021 (AFP) - Cuba iniciou nesta segunda-feira (14) testes para imunizar crianças e adolescentes contra a covid-19 com uma combinação de duas de suas vacinas candidatas, informou o Ministério da Saúde (Minsap).

Participam do ensaio 350 crianças de três a 18 anos de Havana, com a autorização dos pais, que receberão duas doses de Soberana 2 e uma terceira de Soberana Plus, separadas por intervalos de 28 dias.

"Isso nem dói. Estou vacinado. Agora tenho que vir em um mês para me vacinar de novo", disse Gabriel García, de 12 anos, a primeira criança a ser vacinada neste dia, segundo vídeo transmitido em meios de comunicação estatais.

A aprovação do ensaio pelo Centro de Controle Estadual de Medicamentos, Equipamentos e Dispositivos Médicos (CECMED) "está amparada no contexto epidemiológico atual, com o aumento considerável de casos positivos na população pediátrica", informou o Ministério na quinta-feira passada, quando anunciou o teste.

Até 13 de junho, Cuba, de 11,2 milhões de habitantes, registrou 159.057 casos, com 1.098 óbitos.

A ilha registrou 18.249 infecções de crianças e adolescentes até o dia 27 de maio, 983 crianças menores de um ano.

"A vacinação teria um papel fundamental, pois poderia ter um efeito muito positivo na contenção da progressão desta doença", justificou o Minsap.

O ensaio será realizado em dois grupos, começando com adolescentes de 12 a 18 anos, seguido pelo grupo de crianças de 3 a 11 anos.

Para vacinar menores de 3 a 11 anos, é necessária a autorização dos pais ou responsáveis legais; já para os de 12 a 18 anos, também é necessário o consentimento dos adolescentes, afirmaram os responsáveis pela operação, citados pela agência de notícias Prensa Latina.

As crianças permanecerão sob vigilância por uma hora no centro de vacinação. Então, eles terão que voltar a cada 24, 48 e 72 horas, para que os especialistas possam verificar se eles têm eventos adversos relacionados ao imunizante, acrescentaram.

Cuba, que trabalha simultaneamente com cinco vacinas candidatas, realizou ensaios e intervenções sanitárias com o Soberana 02 e o Abdala, os dois imunizantes mais avançados, e espera-se que este mês obtenham autorização como vacinas pelas autoridades sanitárias.

Ao final do dia 12 de junho, 3.583.709 doses haviam sido administradas.

Há 1.970.250 pessoas vacinadas com a primeira dose; 1.035.074 com a segunda dose e 578.385 com a terceira dose, informou o Minsap.

cb/lp/dga/jc/mvv

02 - TELEFONICA DEUTSCHLAND HOLDING AG