PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Merkel defende que 'Europa soberana' deve conversar com Putin

25/06/2021 10h40

Bruxelas, 25 Jun 2021 (AFP) - A chanceler alemã, Angela Merkel, considerou nesta sexta-feira (25) que uma "Europa soberana deve ser capaz de defender seus interesses", falando com o presidente russo, Vladimir Putin - uma abordagem rejeitada por vários líderes em uma cúpula da União Europeia (UE).

"O presidente dos Estados Unidos se reuniu com Vladimir Putin para uma conversa séria, sem que isso desse a impressão de ser uma recompensa para o presidente russo. Uma UE soberana, na minha opinião, deve ser igualmente capaz de representar os interesses da UE em um conversa similar", afirmou Merkel, no final da cúpula.

Na reunião, encerrada nesta sexta em Bruxelas, Alemanha e França lançaram a ideia de um contato no mais alto nível entre o bloco e a Rússia, para tentar resolver o enorme acúmulo de problemas na relação.

A ideia enfrentou, porém, uma ferrenha oposição, em particular dos países bálticos. As discussões se estenderam até a madrugada desta sexta-feira e, finalmente, os líderes rejeitaram a iniciativa de uma cúpula com a Rússia.

"Acreditamos que é muito prematuro e que [uma cúpula] seria uma espécie de prêmio para o presidente da Rússia por suas políticas, que, infelizmente, são políticas agressivas, já que provocam os vizinhos com ataques de diversos tipos", alegou o primeiro-ministro da Polônia, Mateusz Morawiecki.

O primeiro-ministro italiano, Mario Draghi, que nas discussões apoiou a ideia de uma cúpula com Putin, finalmente admitiu que o bloco "basicamente engavetou a ideia, pelo menos por enquanto".

Em Moscou, o porta-voz do governo russo, Dmitri Peskov, recebeu "com pesar" a posição da UE e disse que Putin "estava e continua interessado em estabelecer relações de trabalho" com o bloco.

ahg/mis/tt