PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Milhares participam de parada do orgulho em Budapeste

24/07/2021 16h11

Budapeste, 24 Jul 2021 (AFP) - Milhares de húngaros se manifestaram em Budapeste neste sábado (24) na parada do orgulho, a maior já realizada na capital da Hungria. O ato foi marcado pelas ações do primeiro-ministro Viktor Orban contra o movimento LGBT.

Depois que o Parlamento húngaro aprovou uma polêmica lei "contra a pedofilia" em junho, o conservador Orban recebeu muitas críticas de seus detratores e da União Europeia (UE) por querer vinculá-la à homossexualidade.

"Muitas pessoas estão preocupadas com a nova lei e a propaganda contra os gays", disse à AFP Johanna Majercsik, porta-voz da organização que promoveu a marcha na capital.

"Querem mostrar seu apoio à comunidade LGBTQ", acrescentou Majercsik, que frisou que esta é a parada deste tipo mais numerosa já realizada em Budapeste em 26 anos de história.

De acordo com um fotógrafo da AFP, mais de 10 mil pessoas participaram de um desfile festivo com inúmeras bandeiras arco-íris, que passou por uma das principais avenidas da cidade antes de cruzar o Danúbio e terminar em um parque.

Embora Orban diga que o objetivo da legislação é proteger os menores de idade, a comunidade LGBT o acusa de estigmatizar os homossexuais e favorecer os valores conservadores e uma sociedade "iliberal".

"Nunca estive em uma marcha do orgulho gay antes, embora sempre tenha apoiado a comunidade e entendido seus problemas", contou Zsofi Varadi, uma mãe de 46 anos vestida com uma camiseta do arco-íris.

"Mas este ano eu estava realmente irritada com tanta propaganda contra eles", acrescentou ela em declarações à AFP.

Após críticas e uma ação legal de Bruxelas, Orban anunciou na quarta-feira a organização de um referendo sobre a controversa lei, embora a data da votação seja desconhecida.

pmu/spm/eb/tjc/ic