PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Guia supremo iraniano indulta e comuta penas de mais de 2.800 presos

31/07/2021 12h29

Teerã, 31 Jul 2021 (AFP) - Mais de 2.800 presos se beneficiarão de um indulto ou uma redução de pena no Irã devido às festas muçulmanas, informou uma fonte oficial neste sábado (31).

O guia supremo iraniano, Ali Khamenei, "aceitou conceder um indulto ou uma comutação de pena a 2.825 condenados" por diferentes tribunais iranianos, informou um comunicado publicado em seu site.

A medida foi tomada em ocasão do Eid al Adha, a festa do sacrifício, conhecida como Ghorban em persa e celebrada este ano no Irã em 21 de julho, e a de Ghadir, uma das mais importantes para os muçulmanos xiitas, festejada na quinta-feira.

Segundo este ramo do Islã, foi em Ghadir al Jumm, na Arábia Saudita, onde o profeta Maomé designou como sucessor o primeiro imã xiita Ali ibn Abi Tálib.

Todo ano, o chefe de Estado concede vários indultos coletivos, coincidindo com grandes festas religiosas ou nacionais, sob a proposta do chefe da Autoridade Judicial.

No final de junho, Khamenei indultou e comutou a pena de mais de 5.000 detidos devido ao nascimento do imã Reza, uma das figuras sagradas do décimo segundo xiismo, religião de Estado no Irã desde o século XVI.

ap/kam/dbh/erl/aa