PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

FBI identifica assassino de policial do Pentágono

Pentágono ficou em alerta ontem após relatos de tiroteio na região - OLIVIER DOULIERY/AFP
Pentágono ficou em alerta ontem após relatos de tiroteio na região Imagem: OLIVIER DOULIERY/AFP

04/08/2021 20h24

O FBI identificou nesta quarta-feira o homem que matou um policial do Pentágono em um ataque com faca, sem explicar o motivo da violência.

De acordo com a polícia federal dos Estados Unidos, A.L., 27, desceu de um ônibus na manhã de ontem e "imediatamente, sem provocação" esfaqueou o oficial da Força de Proteção do Pentágono George Gonzalez a poucos metros de uma das entradas do quartel-general do Exército.

"Seguiu-se uma luta, durante a qual o indivíduo feriu letalmente o policial Gonzalez e depois se matou com a arma de serviço do policial", relatou o FBI. Outros agentes intervieram e A.L., natural do estado da Geórgia, morreu no local, acrescentou a polícia federal, sem informar se os outros policiais usaram suas armas. Testemunhas relataram vários tiros.

Gonzalez foi levado para o hospital, mas não sobreviveu. Uma testemunha também foi hospitalizada, com ferimentos leves.

A polícia não mencionou os possíveis motivos do ataque. A.L. possuía antecedentes criminais, segundo a imprensa local. Havia, entre outras coisas, atacado um policial, feito ameaças terroristas e cometido um roubo. De acordo com o jornal local "Atlanta Journal-Constitution", estava em liberdade provisória e um juiz ordenou uma avaliação do seu estado mental e seus vícios.

O secretário de Defesa, Lloyd Austin, que não estava no prédio no momento do incidente, ordenou que a bandeira fosse hasteada a meio pau em homenagem ao policial assassinado.

Internacional