PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Fim de incidente a bordo de navio na costa dos Emirados

04/08/2021 05h25

Londres, 4 Ago 2021 (AFP) - O incidente a bordo de um navio que estava nas costas dos Emirados Árabes Unidos, considerado como um "possível sequestro", chegou ao fim sem danos, anuncio nesta quarta-feira a agência britânica de segurança marítima UKMTO, seis dias depois de um ataque a um petroleiro no Golfo.

As pessoas que subiram a bordo "abandonaram o navio", que está "a salvo. O incidente terminou", afirmou a UKMTO (United Kingdom Maritime Trade Operations) no Twitter.

Na terça-feira, a agência, que é vinculada à Marinha britânica, havia informado sobre um "possível sequestro" a cerca de 60 milhas náuticas (110 quilômetros) da cidade de Fujairah, que integra os Emirados Árabes Unidos.

A UKMTO recomendou "extrema cautela" aos navios na área. A Casa Branca afirmou que a situação era "muito preocupante".

Segundo o site da revista Lloyd's List, referência do setor, o navio seguia para o Irã sob o controle de homens armados.

O navio de bandeira panamenha "Asphalt Princess" transportava carga de alcatrão e betume rumo a Sohar, cidade portuária na costa norte de Omã, de acordo com o site especializado MarineTrafficz.

O incidente ocorreu perto do Estreito de Ormuz, área por onde passa um terço do petróleo transportado por mar no mundo, e apenas cinco dias após um ataque um petroleiro da empresa de um bilionário israelense, Eyal Ofer, na costa de Omã que deixou dois mortos, um britânico e um romeno.

O petroleiro, atacado por "drones explosivos" segundo Washington, ancorou na terça-feira em Fujairah.

Israel, Estados Unidos, Reino Unido e Romênia atribuíram a ação ao Irã, que negou qualquer envolvimento e prometeu responder às ameaças de retaliação.

lda/jc/mvv/fp