PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Sírio suspeito de crime de guerra detido em Berlim

04/08/2021 08h00

Berlim, 4 Ago 2021 (AFP) - Um sírio suspeito de "crime de guerra" por lançar uma granada que matou vários civis durante uma distribuição de ajuda alimentar organizada pela ONU, em Damasco em 2014, foi detido em Berlim.

O Ministério Público Federal de Karlsruhe informou que Muafak Al D., suposto membro do Movimento Palestino Livre (FPM), recebeu sete acusações de assassinato e três de agressão.

Combatendo em nome do regime de Bashar al-Assad, em 23 de março de 2014 ele teria lançado uma granada contra um grupo de civis: o ataque matou pelo menos sete civis e deixou três feridos, incluindo uma criança de seis anos.

As vítimas eram moradores do campo de refugiados de Yarmuk, que fica nas proximidades de Damasco, que procuravam a ajuda distribuída pelo Organismo de Obras Públicas e Socorro das Nações Unidas para os Refugiados da Palestina no Oriente Médio.

O campo de refugiados ficou cercado pelo regime sírio entre julho de 2013 e abril de 2015, o que provocou uma "terrível falta de água, de alimentos e de atendimento médico", recordou o MP.

Antes de integrar o FPM, o acusado teria pertencido ao movimento "Frente Popular para a Libertação da Palestina", organização próxima ao regime sírio.

dac/jpl/mab/me/fp