PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Ucrânia ordena proteção de exilados bielorrussos após morte de dissidente

04/08/2021 10h57

Kiev, 4 Ago 2021 (AFP) - O presidente ucraniano Volodymyr Zelensky ordenou, nesta quarta-feira (4), proteger os ativistas bielorrussos exilados em seu país após a morte suspeita de um dissidente, encontrado enforcado em Kiev, em meio a uma crescente repressão política em Belarus.

"Qualquer bielorrusso que possa se tornar um alvo de criminosos pela sua posição política pública deve receber uma proteção especial", disse Zelensky em um comunicado da Presidência, citando os "riscos" para "vários ativistas bielorrussos", assim como a morte do dissidente Vitali Chychov.

As autoridades ucranianas já "elaboraram uma lista de bielorrussos" afetados e forneceram a eles medidas de proteção adicionais, acrescentou o comunicado sem dar detalhes.

O diretor de uma ONG que ajuda os opositores ao governo bielorrusso que fugiram para a Ucrânia, Vitali Chychov, de 25 anos, foi encontrado enforcado na terça-feira em um parque de Kiev.

Sua organização denunciou um assassinato realizado por Minsk. A polícia ucraniana abriu uma investigação por homicídio premeditado, mas não descarta suicídio.

ant/alf/pc-msr/mb/aa