PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

IX Cúpula das Américas será nos Estados Unidos em meados de 2022

16/09/2021 17h27

Washington, 16 Set 2021 (AFP) - O governo de Joe Biden promoverá a defesa da democracia e dos direitos humanos quando os Estados Unidos sediarem a IX Cúpula das Américas em meados de 2022, disse o secretário de Estado, Antony Blinken, nesta quinta-feira (16).

"Ratificaremos nossa determinação de promover e defender a democracia e os direitos humanos na região quando o presidente Biden celebrar a IX Cúpula das Américas no verão de 2022", disse ele.

Em declaração para marcar o 20º aniversário da Carta Democrática Interamericana, Blinken lembrou que este instrumento, aprovado pelos membros da Organização dos Estados Americanos (OEA) em 11 de setembro de 2001, foi promovido pelos líderes da região na III Cúpula das Américas.

"A democracia implica um trabalho árduo que não é feito apenas em dias de eleições, mas todos os dias", enfatizou Blinken, chamando os povos das Américas a "permanecerem vigilantes para protegê-la".

A Cúpula das Américas é "a única" reunião que reúne todos os líderes dos países da América do Sul, Norte, Central e Caribe, disse a Casa Branca ao anunciar em agosto que seria a sede da reunião.

A reunião do ano que vem será a primeira realizada nos Estados Unidos desde sua reunião inaugural em Miami, em 1994, na qual Washington promoveu a Área de Livre Comércio das Américas (ALCA), que acabou não se concretizando.

Desde então, a reunião hemisférica foi em Santiago, Chile (1998); Quebec, Canadá (2001); Mar del Plata, Argentina (2005); Porto da Espanha, Trinidade e Tobago (2009); em Cartagena, Colômbia (2012); na Cidade do Panamá, Panamá (2015); e em Lima, Peru (2018).

ad/ltl/ap/mvv