PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Bruxelas ameaça empresas americanas Illumina e Graal por fusão não autorizada

20/09/2021 19h01

Bruxelas, 20 Set 2021 (AFP) - Bruxelas ameaçou, nesta segunda-feira (20), sancionar as empresas americanas de biotecnologia Illumina e Graal por se fundirem sem autorização da União Europeia, uma novidade para o regulador europeu de concorrência.

"A Illumina e o Graal realizaram a fusão, apesar de nossa investigação ainda estar em andamento (...) É a primeira vez que as empresas realizam abertamente suas operações enquanto realizamos uma investigação aprofundada", informou a comissária europeia para Concorrência, Margrethe Vestager.

De momento, a Comissão comunicou as suas queixas às duas empresas, informando-as por escrito das "medidas provisórias" que pretendia "restaurar e manter a concorrência efetiva".

Bruxelas abriu uma investigação em 22 de julho para examinar a proposta de aquisição da Graal, empresa especializada em testes de detecção de câncer, pela Illumina, outra empresa de genômica.

Mas a Illumina anunciou publicamente em 18 de agosto que concluiu a aquisição da Graal por US$ 7,1 bilhões (6,059 bilhões de euros).

aro/fmi/bt/erl/ega/ap

ILLUMINA