PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
15 dias

Canadá comparece às urnas com futuro político de Justin Trudeau em jogo

20/09/2021 09h50

Montreal, 20 Set 2021 (AFP) - Um terceiro mandato para o liberal Justin Trudeau ou uma mudança com o conservador moderado Erin O'Toole? Os canadenses comparecem às urnas nesta segunda-feira (20) para decidir quem formará o próximo governo em eleições gerais de resultado imprevisível.

Os primeiro locais de votação abriram as portas em Terranova e Labrador, na costa do Atlântico, às 8H30 locais (8H00 de Brasília).

Como o país tem seis fusos horários, os últimos eleitores a votar estão na província de Colúmbia Britânica, na costa do Pacífico, onde as urnas fecharão às 19H00 locais (23H00 de Brasília).

Mas os canadenses podem não conhecer o nome do vencedor de maneira imediata porque a apuração deve ser muito apertada e muitos eleitores optaram por votar de maneira antecipada ou por correio.

A campanha intensa de 36 dias terminou no domingo como havia começado: com um discurso de Trudeau no qual o primeiro-ministro pediu aos canadenses um novo mandato para dirigir o país e administrar a saída da pandemia.

O chefe de Governo, de 49 anos, convocou em agosto as eleições antecipadas para tentar recuperar a maioria que perdeu há dois anos. Mas, de acordo com as pesquisas, está perdendo a aposta.

O desgaste do poder é sentido, "Trudeaumania" de 2015 parece distante e sua popularidade permanece estagnada em 31% das intenções de voto. Ele está em empate técnico nas pesquisas com o principal rival, o conservador Erin O'Toole, um ex-militar e advogado de 48 anos, que há alguns meses era desconhecido da opinião pública.

Como em 2019, a disputa acirrada faz com que analistas afirmem que a maioria parece muito complicada de alcançar para qualquer candidato.

Os quase 27 milhões de canadenses com mais de 18 anos que podem votar nesta segunda-feira definirão os 338 membros da Câmara dos Comuns.

Se nenhum dos dois principais partidos que se alternam no poder desde 1867 conquistar a maioria no Parlamento, o vencedor terá de formar um governo minoritário.

Nesse caso, o futuro primeiro-ministro, liberal ou conservador, terá que trabalhar com os partidos menores para governar o país.

Um deles é o Novo Partido Democrático (NDP, esquerda), de Jagmeet Singh, que tem quase 20% das intenções de voto nas pesquisa. Outro é o 'Bloc Québécois', partido independentista de Quebec liderado por Yves-François Blanchet.

O último partido importante na disputa, os Verdes de Annamie Paul, se esforçou para divulgar uma mensagem de emergência climática, ao mesmo tempo que luta por sua própria sobrevivência devido a problemas de unidade, imagem e finanças.

Resta saber se os eleitores comparecerão às urnas em grande número para esta eleição que gera pouco interesse e acontece no momento em que os casos de covid-19 estão aumentando em algumas províncias canadenses.

gen/tib/ob/lm/ag/mas/fp