PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Com Rússia na mira, chefe do Pentágono visita a região do Mar Negro

17/10/2021 11h49

Washington, 17 Out 2021 (AFP) - O secretário da Defesa dos Estados Unidos, Lloyd Austin, voou neste domingo (17) para a região do Mar Negro para reforçar as alianças com os países submetidos à pressão russa e mostrar o agradecimento dos Estados Unidos pela sua contribuição na guerra do Afeganistão durante duas décadas.

Austin visitará Geórgia, Romênia e Ucrânia antes de comparecer pessoalmente à cúpula de ministros da Defesa da Otan em Bruxelas em 21 e 22 de outubro.

"Estamos tranquilizando e reforçando a soberania dos países que estão na linha de frente da agressão russa", declarou à imprensa um alto funcionário da Defesa americano, antes da viagem.

Austin também agradecerá seus sócios pelas contribuições e as grandes perdas que sofreram como parte das forças da coalizão no Afeganistão durante duas décadas, antes da precipitada retirada dos Estados Unidos este ano.

"Vamos mostrar reconhecimento e agradecimento pelos sacrifícios e compromissos de nossos sócios e aliados", disse o funcionário.

Localizados à margem do Mar Negro, onde a Rússia tentou ampliar sua influência e impedir a expansão da aliança entre Estados Unidos e Europa, os três países estão na órbita da Otan, com Romênia como membro e Geórgia e Ucrânia como associados.

Austin terminará a semana na sede da Otan em Bruxelas, onde os laços com os Estados Unidos - prejudicados pela gestão de Donald Trump - receberam outro golpe no mês passado quando a Austrália cancelou um megacontrato com a França para anunciar uma associação estratégica com os Estados Unidos e o Reino Unido, o que provocou uma importante crise diplomática.

pmh/md/mlb/ybl/iba/yo/dga/aa