PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Controvérsia na Alemanha por acusação de comportamento antissemita

17/10/2021 09h47

Berlim, 17 Out 2021 (AFP) - Neste domingo (17) começou uma controvérsia na Alemanha sobre a veracidade das acusações de discriminação antissemita supostamente sofridas por um cantor, o que provocou a abertura de uma investigação judicial e grande revolta em todo o país.

O compositor e guitarrista alemão Gil Ofarim afirmou dias atrás que foi rejeitado em um hotel em Leipzig (leste) por usar um pingente com a Estrela de David.

O cantor publicou um vídeo no Instagram em que está em frente ao estabelecimento em questão, mostrando o pingente em seu pescoço. Ofarim afirmou que dois funcionários do hotel solicitaram que ele saísse e guardasse sua estrela para poder se registrar, quando acabava de se queixar que outros clientes passavam na sua frente na fila.

No entanto, neste domingo dois jornais alemães, Bild e o local Leipziger Volkszeitung, mencionaram "dúvidas" por parte dos investigadores sobre a versão do cantor.

De acordo com os jornais, que citam fontes policiais, nas imagens das câmeras de vigilância do hotel o artista não usava uma estrela de David no pescoço quando se apresentou na recepção do hotel.

Diante dos investigadores, o cantor de 39 anos teria dito que não lembrava se usava ou não a estrela consigo ao chegar no hotel, mas para o Bild ele teria reafirmado sua primeira versão.

Neste domingo, a polícia e a Promotoria de Leipzig não puderam ser contatadas para obter comentários.

ylf/oaa/age/me/aa