PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Elizabeth II aceita conselho dos médicos para descansar

20/10/2021 13h44

Londres, 20 Out 2021 (AFP) - A rainha Elizabeth II, de 95 anos, aceitou de maneira relutante o conselho dos médicos para descansar durante alguns dias, o que a forçou a cancelar uma visita à Irlanda do Norte, anunciou o Palácio de Buckingham nesta quarta-feira (20).

Apesar de sua idade, da morte de seu marido Phillip em abril e da pandemia da covid-19, a monarca britânica continuou a participar incansavelmente de eventos públicos nos últimos meses, enquanto se prepara para comemorar seus 70 anos no trono em 2022.

"A rainha aceitou de modo relutante o conselho médico para descansar durante os próximos dias", afirma um comunicado da casa real.

"Sua Majestade está de bom humor e decepcionada por não poder visitar a Irlanda do Norte, onde tinha uma série de compromissos previstos para hoje e amanhã", completa a nota, destacando que a monarca "espera poder visitar no futuro" a região.

Segundo a agência de notícias britânica PA, Elizabeth II descansa no castelo de Windsor, 40 km ao oeste de Londres, onde passou os sucessivos confinamentos, e o conselho de seus médicos não tem relação com o coronavírus. Ela já foi vacinada contra a covid-19.

Sua participação na COP26, a maior conferência da ONU sobre mudança climática que começa no início de novembro na cidade escocesa de Glasgow, atualmente não está em questão, segundo a mesma agência de notícias.

Forçada a se abster de expressar qualquer opinião política em público, Elizabeth II disse em meados de outubro que se irritou com os líderes mundiais que "falam" sobre as mudanças climáticas, mas "não agem", em uma conversa privada sobre a COP26 capturada pelo microfone de uma câmera à margem de um ato oficial.

- Caminhando com uma bengala -Embora ela não viaje mais para o exterior, onde é regularmente representada por seu filho e herdeiro da coroa, o príncipe Charles, de 72 anos, Elizabeth II compareceu à cúpula do G7 em junho, no sudoeste da Inglaterra.

Recebeu o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, em Windsor, apresentou prêmios e aceitou credenciais de vários novos embaixadores no Reino Unido, às vezes por videoconferência.

Na semana passada, ela foi vista caminhando em público com uma bengala, a primeira vez que isto aconteceu desde 2004.

Mas na terça-feira ela apareceu sem o objeto ao lado do primeiro-ministro Boris Johnson em uma recepção em Windsor para líderes empresariais reunidos em Londres para uma Reunião de Investimento Global, entre eles o fundador da Microsoft Bill Gates.

Em plena forma, muito sorridente e sem máscara, Elizabeth II apertou a mão de todos e falou com os convidados.

Também na terça-feira, a revista britânica The Oldie noticiou que o monarca havia rejeitado o prêmio que dá anualmente, "Oldie of the Year" ("Velho do Ano").

"Sua Majestade acredita que você tem a idade que sente e, portanto, não acredita que preencha os critérios para receber o prêmio", explicou seu vice-secretário particular, Tom Laing-Baker.

acc/bl/fp/ap