PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Trudeau nomeia ativista climático para papel-chave no novo gabinete do Canadá

26/10/2021 16h11

Ottawa, 26 Out 2021 (AFP) - O primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, apresentou nesta terça-feira (26) um novo gabinete que inclui um proeminente ativista climático como ministro do meio ambiente, assim como novos chefes de defesa e diplomacia, em sua tentativa de revitalizar sua equipe para um terceiro mandato.

Em uma cerimônia em Ottawa, o veterano ativista climático e Ministro do Patrimônio Steven Guilbeault foi nomeado para chefiar a pasta do Meio Ambiente, dias antes da conferência climática COP26 em Glasgow.

Anita Anand foi escolhida para dirigir o exército - atormentado por alegações de má conduta sexual -, e Melanie Joly foi promovida a ministra das Relações Exteriores.

A equipe remodelada é composta por 38 ministros no total, com número igual de mulheres e homens.

Chrystia Freeland, conforme anunciado anteriormente, mantém o seu duplo papel de vice-primeira-ministra e ministra das Finanças.

Trudeau voltou ao poder em setembro à frente, mais uma vez, de um governo de minoria liberal, com a posição do partido na Câmara dos Comuns quase exatamente a mesma de antes das eleições antecipadas.

Não foi o resultado que ele esperava, já que o forte apoio a seus liberais por sua resposta robusta à pandemia de repente se dissipou no meio da campanha, à medida que os eleitores se cansavam de sua administração, eleita pela primeira vez em 2015.

A remodelação do gabinete - que incluiu a demissão de vários ministros, incluindo o ex-astronauta Marc Garneau, e a realocação de outros para novos cargos - deve dar um novo fôlego a seu conturbado Partido Liberal.

No início deste mês, Trudeau delineou as prioridades de seu novo governo, incluindo acelerar a ação climática, a saída do Canadá da pandemia e continuar a reconciliação com as mais de 600 tribos indígenas do país.

Ele havia dito em sua primeira coletiva de imprensa pós-eleitoral no início de outubro que seu governo de minoria liberal havia recebido um mandato "para agir ainda mais forte e mais rápido nas coisas importantes que os canadenses realmente desejam".

Listou, como exemplos, medidas para combater as mudanças climáticas, aumentar ainda mais as taxas de vacinação contra a covid-19, que já estão entre as mais altas do mundo, e impulsionar a recuperação econômica do Canadá.

amc/ec/lm/yow/ap/mvv