PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Governantes da França e Austrália têm primeira conversa desde a crise do submarinos

28/10/2021 08h24

Paris, 28 Out 2021 (AFP) - O presidente francês, Emmanuel Macron, conversou nesta quinta-feira (28) por telefone com o primeiro-ministro australiano, Scott Morrison, em seu primeiro contato desde a crise diplomática provocada pelo cancelamento da compra de submarinos, anunciou o governo da França.

Macron insistiu que a decisão de Canberra de cancelar o acordo de compra de submarinos franceses de motor convencional, em favor de navios nucleares americanos, "rompeu a relação de confiança entre os dois países", afirma um comunicado divulgado por seu gabinete.

"Agora depende do governo australiano propor ações concretas que reflitam a vontade das autoridades da Austrália para redefinir as bases de nossa relação e buscar uma ação conjunta na região Indo-Pacífico", acrescenta a nota.

O governo francês se irritou quando a Austrália cancelou o acordo e afirmou que não recebeu qualquer aviso de que Canberra estava negociando um pacto de defesa com Washington e Londres.

A Austrália havia assinado um contrato em 2016 para adquirir os submarinos franceses por 36,5 bilhões de dólares.

A França convocou seus embaixadores na Austrália e Estados Unidos como forma de protesto. O ministro das Relações Exteriores, Jean-Yves Le Drian, denunciou o rompimento como uma "punhalada nas costas".

Paris insiste em receber uma compensação financeira.

jri/js/cb/mas/zm/fp