PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Merkel chega a Atenas em sua última viagem oficial

28/10/2021 19h00

Atenas, 28 Out 2021 (AFP) - A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, chegou nesta quinta-feira (28) a Atenas, na Grécia, onde faz provavelmente sua última viagem oficial como chefe de governo, em um país ao qual exigiu duras medidas de austeridade.

A líder democrata-cristã reconheceu em uma entrevista publicada na imprensa grega em setembro que "o momento mais difícil de seu mandato foi quando exigiu tanto da Grécia".

Ao final de seus 16 anos à frente do Executivo alemão, marcados pela crise na zona do euro e a migratória, que tiveram um grande impacto na Grécia, Merkel retorna a Atenas em uma semana em que o país celebra um feriado nacional, o "Dia do Não" ao fascismo e ao nazismo durante a Segunda Guerra Mundial.

Durante esta viagem, ela se reunirá com o presidente e o primeiro-ministro gregos.

"É uma visita muito simbólica, pois permitirá fazer um balanço das relações" entre a Grécia e a Alemanha, afirmou uma fonte do governo grego.

"Acho que ela será a primeira a admitir (...) que a austeridade foi muito mais longe do que a sociedade grega poderia aguentar", declarou recentemente em Bruxelas o primeiro-ministro grego, o conservador Kyriakos Mitsotakis.

De acordo com o tabloide alemão Bild, Merkel é "uma das mulheres mais odiadas da Grécia".

Depois que o país foi abalado pela crise financeira internacional de 2008, Merkel e o então ministro das Finanças alemão, Wolfgang Schaüble, exigiram que o governo grego adotasse duros cortes orçamentários e aumentos de impostos em troca do apoio da Alemanha a três planos de resgate internacionais, de mais de 300 bilhões de euros.

bur-mr/chv/fjb/eb/gm/ic/mvv