PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Manifestação contra a extrema direita em Paris

27/11/2021 17h05

Paris, 27 Nov 2021 (AFP) - Cerca de 3.000 manifestantes, segundo a polícia de Paris, participaram neste sábado (27) de uma passeata "contra a extrema direita e o racismo" na capital francesa, apurou um jornalista da AFP.

Sob forte vigilância policial, o protesto teve incidentes esporádicos.

No início da manifestação, alguns projéteis, obtidos em um canteiro de obras, foram lançados contra as forças de segurança, que responderam com gás lacrimogêneo. Não houve feridos, segundo uma fonte policial. O resto da marcha correu bem.

Duas pessoas foram presas, uma por porte de material proibido e outra para verificação de sua identidade, explicou a mesma fonte.

A faixa que abria a manifestação dizia "Em bloco contra o fascismo e a islamofobia".

Na passeata, slogans como "Não queremos nem Estado, nem polícia, nem fascismo", "Anti-capitalismo!" e "A polícia mutila, a justiça absolve".

Membros do coletivo de coletes amarelos também participaram, protestando contra a imposição do passaporte sanitário em combate à covid-19.

"Estamos aqui para nos levantarmos contra a ideologia do [polêmico Eric] Zemmour, digno do Terceiro Reich, e cuja ascensão se deve em parte a sua posição na mídia", disse Franck, um manifestante de 34 anos, à AFP.

"Zemmour quer devolver os filhos de imigrantes, nascidos como eu, na França, [aos países de origem de seus pais], mas eu sou tão francês quanto ele e é por isso que falo isso", completou.

O extremista conservador Éric Zemmour ainda não anunciou sua candidatura às eleições presidenciais de maio de 2022, mas, de acordo com pessoas próximas, seu primeiro comício eleitoral deve ser realizado no início de dezembro.

ali-al/lbx/or/jvb/eg/gf/ic