PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Colômbia anuncia apreensão de 145 toneladas de cocaína em um mês e meio

29/11/2021 19h40

Bogotá, 29 Nov 2021 (AFP) - Uma nova ofensiva internacional contra o tráfico de drogas, da qual participaram 44 países, permitiu a apreensão de 145 toneladas de cocaína no último mês e meio, informou nesta segunda-feira (29) a Marinha colombiana.

As apreensões foram feitas no âmbito da oitava fase da "Campanha Naval contra o Narcotráfico Orión", uma megaoperação da qual participam 43 países europeus, latino-americanos e do Caribe juntamente com a Colômbia, maior exportador mundial de cocaína, para combater o tráfico de drogas.

No último mês e meio foram apreendidas "145,3 toneladas de cloridrato de cocaína (...) no transcurso de mais de 482 operações contra o narcotráfico nos meios terrestres, aéreos, marítimos e fluviais", destacou a Marinha em um comunicado.

A Colômbia coordena a campanha "Orión", que se desenvolve em etapas curtas desde 2018. As autoridades também apreenderam 161,3 toneladas de maconha e 48 de outras drogas.

A Marinha destacou a operação multilateral contra o tráfico de drogas como "a maior da história" contra as máfias.

Os Estados Unidos, maiores consumidores da droga produzida na Colômbia, participou das operações juntamente com efetivos de Alemanha, Argentina, Brasil, Canadá, Chile, Equador, Espanha, França, Holanda, Panamá, Paraguai, Itália, México, Peru, entre outros.

Durante a ofensiva também foram detidas pelas autoridades 1.114 pessoas.

A Colômbia é o principal cultivador mundial de folhas de coca, principal componente da cocaína, com 143.000 hectares semeadas em 2020 e um potencial para produzir 1.228 toneladas do alcaloide, segundo a ONU.

Através da operação "Orión", autoridades do mundo todo apreenderam 470 toneladas de entorpecentes em 2021.

das/vel/yow/mvv