PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
2 meses

Pai suspeito de matar quatro filhos e avó das crianças é preso nos EUA

Homem é segurança licenciado e podia portar armas, mas sua licença mais recente de 2018 estaria cancelada; local do crime foi isolado - Reprodução/ YouTube/ CBS Los Angeles
Homem é segurança licenciado e podia portar armas, mas sua licença mais recente de 2018 estaria cancelada; local do crime foi isolado Imagem: Reprodução/ YouTube/ CBS Los Angeles

Em Los Angeles, nos EUA

29/11/2021 18h02Atualizada em 30/11/2021 15h24

Germarcus David, de 29 anos, um pai suspeito de ter assassinado seus quatro filhos e a avó das crianças, foi interrogado ontem sob custódia policial na Califórnia, Estados Unidos. As mortes ocorreram no último domingo (28).

Os quatro filhos, todos com menos de 12 anos, morreram no local do crime, uma casa na pequena cidade de Lancaster, perto de Los Angeles. A avó das crianças, uma mulher de 50 anos, também foi morta no incidente na noite de domingo.

Todas as vítimas tiveram ferimentos à bala na parte superior do corpo, informou a polícia.

O xerife do condado de Los Angeles disse que Germarcus foi preso como suspeito dos assassinatos e que sua fiança é de US$ 2 milhões de dólares - mais de R$ 10 milhões.

O Los Angeles Times informou que David é um vigia cuja licença de porte de arma foi cancelada.

O jornal entrevistou Waki Jones, que disse ter sido o responsável pelo transporte dos dois filhos mais velhos, Amaya, de 12 anos, e Demarcus, de 9, durante anos.

"Amaya era uma menina doce. (...) Ela sempre protegeu seu irmão", disse Jones ao Los Angeles Times. "É inacreditável. Não posso acreditar que eles morreram".

A violência armada é um grande problema nos Estados Unidos, alimentada por uma estrutura legal frouxa e a abundância de armas, de acordo com ativistas.

As tentativas de restringir a posse de armas são impedidas por uma poderosa minoria pró-armas, que insiste que a constituição dos EUA garante o direito de estar armado.

Internacional