PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Irã busca consolidar relações com os Emirados Árabes Unidos

06/12/2021 14h06

Teerã, 6 dez 2021 (AFP) - O Irã expressou nesta segunda-feira (6) seu desejo de iniciar um novo capítulo em suas relações com os Emirados Árabes Unidos, após uma visita incomum de um alto funcionário dos Emirados a Teerã.

O assessor árabe para a Segurança Nacional, xeque Tahnun bin Zayed, está em Teerã, após ter sido convidado pelo secretário do Conselho Supremo para Segurança Nacional iraniano, o almirante Ali Chamkhani.

Esta visita oficial é a primeira desde a ruptura iraniana-saudita em 2016, após a execução por parte de Riade de um influente opositor religioso xiita. Os Emirados, por sua vez, reduziram seus laços diplomáticos com Teerã.

"Ter boas relações com os países da região é uma das prioridades da política externa do novo governo e, por isso, aplaudimos o desenvolvimento das relações com os Emirados Árabes Unidos", disse o presidente iraniano, Ebrahim Raisi, durante o encontro, segundo a agência oficial Irna.

O Irã, xiita, é o grande adversário regional da Arábia Saudita, sunita, que lidera as monarquias afins em sua área de influência, que compõem o Conselho de Cooperação do Golfo - Arábia Saudita, Emirados, Catar, Kuwait, Omã e Bahrein.

Por sua vez, Chamakhni "manifestou a esperança de que a visita do seu homólogo seja o início de um novo capítulo nas relações entre os dois países e abra caminho para a consolidação e expansão das relações bilaterais", segundo um comunicado oficial publicado após a reunião.

As relações das monarquias do Golfo com Teerã são muito tensas, pois o acusam de tentar desenvolver armas atômicas e desestabilizar a região, o que nega. No entanto, o Irã e a Arábia Saudita expressaram nos últimos meses sua disposição de superar suas diferenças e iniciaram negociações.

ap/vg/jvb/mb/ap