PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
6 meses

Israel proíbe viagens dos EUA por variante ômicron do coronavírus

Israel adicionou os Estados Unidos e outros países à lista de destinos considerados de risco, com a proibição de viagens devido à variante ômicron do coronavírus - JACK GUEZ / AFP
Israel adicionou os Estados Unidos e outros países à lista de destinos considerados de risco, com a proibição de viagens devido à variante ômicron do coronavírus Imagem: JACK GUEZ / AFP

21/12/2021 09h41Atualizada em 21/12/2021 10h31

Israel adicionou nesta terça-feira (21) os Estados Unidos e outros países à lista de destinos considerados de risco, com a proibição de viagens devido à variante ômicron de covid-19.

Um comitê parlamentar aprovou a recomendação do ministério de Saúde de adicionar Estados Unidos, Bélgica, Canadá, Alemanha, Hungria, Marrocos, Portugal, Suíça e Turquia à lista vermelha de países, informou Ronit Gal, porta-voz da comissão, em um comunicado.

As restrições, que já afetavam França, Reino Unido e a maioria dos países africanos, entrarão em vigor na quarta-feira e permanecerão em vigor até 29 de dezembro, segundo a porta-voz.

As medidas envolvem, especialmente no caso dos Estados Unidos, centenas de milhares de israelenses com dupla cidadania.

Os estrangeiros não residentes em Israel não podem entrar no país, com poucas exceções. Os cidadãos e residentes israelenses que estão em um país incluído agora na lista vermelha precisarão respeitar um confinamento de uma semana em seu retorno.

Coronavírus