PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
4 meses

Grande tempestade de inverno atinge o leste dos EUA

16.jan.2022 - Visitante tirando foto da capital norte-americana, Washington DC, em meio à tempestade - Stefani Reynolds/AFP
16.jan.2022 - Visitante tirando foto da capital norte-americana, Washington DC, em meio à tempestade Imagem: Stefani Reynolds/AFP

16/01/2022 20h54

Milhões de americanos foram afetados neste domingo (16) por uma enorme tempestade que está atingindo com neve e gelo o leste dos Estados Unidos, causando quedas de energia, transtornos nas estradas e suspensões de voos.

"Uma grande tempestade de inverno atingirá o leste dos Estados Unidos entre domingo e segunda-feira", alertou o Serviço Nacional de Meteorologia (NWS, na sigla em inglês), indicando que até 30 centímetros de neve podem cair em uma área que se estende do Tennessee à Geórgia, no sudeste, até Vermont e o estado de Nova York, a nordeste.

Os ventos podem alcançar velocidades de furacão sobre a costa do Atlântico, de acordo com o NWS.

Meios de transportes já sofreram fortes interrupções. Milhares de voos foram cancelados e uma parte da rodovia interestadual I95 na Carolina do Norte foi fechada.

16.jan.2022 - Pessoas passeando durante nevasca em Greenville, Carolina do Sul (EUA) - Sean Rayford/Getty Images - Sean Rayford/Getty Images
16.jan.2022 - Pessoas passeando durante nevasca em Greenville, Carolina do Sul (EUA)
Imagem: Sean Rayford/Getty Images

Os motoristas foram avisados sobre "condições perigosas nas estradas" e congestionamento pesado do Arkansas, ao sul, até o Maine, ao nordeste.

Cerca de 2.900 voos domésticos e internacionais foram cancelados até o meio-dia de domingo, segundo o site FlightAware, e outros 2.400 foram adiados.

"O ar ártico, já presente no centro e leste dos Estados Unidos, vai se combinar com esse sistema dinâmico para criar uma espessa camada de mais de 30 centímetros de neve", explicou o NWS.

A Flórida, a sudeste, geralmente com bom tempo, foi afetada por vários tornados e queda de neve, causados por esta tempestade que também gerou danos materiais e inundações costeiras neste domingo, segundo o canal do clima.

Dos estados da Carolina do Norte e do Sul, remontando aos Apalaches, gelo e rajadas de vento complicam a situação.

16.jan.2022 - Caminhão de neve limpa rua em Greenville, Carolina do Sul (EUA) - Sean Rayford/Getty Images/AFP - Sean Rayford/Getty Images/AFP
16.jan.2022 - Caminhão de neve limpa rua em Greenville, Carolina do Sul (EUA)
Imagem: Sean Rayford/Getty Images/AFP

O alerta de inverno preocupa mais de 80 milhões de pessoas, segundo a imprensa americana.

Pelo menos 235 mil pessoas ficaram sem energia no sudeste, incluindo 150 mil nas Carolinas, de acordo com o portal PowerOutage.us.

A Geórgia, um dos estados mais afetados, foi declarada por seu governador, Brian Kemp, em estado de emergência desde sexta-feira. Assim como a Virgínia e a Carolina do Norte.

No nordeste dos Estados Unidos, centenas de motoristas permaneceram bloqueados por quase 20 horas em um grande eixo de conexão com a capital, Washington.

Internacional