PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
4 meses

Sobe para seis total de mortos em incêndio em lar para idosos na Espanha

19/01/2022 10h57

Madri, 19 Jan 2022 (AFP) - O número de mortos em um incêndio em um lar para idosos perto de Valência (leste da Espanha) subiu para seis - informaram os serviços de emergência regionais nesta quarta-feira (19), enquanto outras duas pessoas permanecem hospitalizadas em estado grave.

O incêndio, que começou por volta das 23h20 de terça-feira (19h20 em Brasília), alastrou-se rapidamente nesta instituição localizada em uma rua principal de Moncada, ao norte de Valencia, conforme os serviços de emergência.

"Confirmo" o sexto óbito, "também é um idoso", disse à AFP na manhã desta quarta-feira uma porta-voz dos serviços de emergência valencianos.

Os mortos são três homens e três mulheres, com idades entre 67 e 95 anos, disse a fonte.

Outras 14 pessoas precisaram de atendimento médico por inalação de fumaça, entre elas vários dos socorristas.

Para combater as chamas, até nove bombeiros e dez ambulâncias seguiram para o local. O incêndio estava fora de controle quando chegaram e consumia uma ala do edifício onde muitos dos residentes dormiam, informaram os bombeiros.

Ao todo, 71 pessoas foram retiradas de lá.

"Quando a primeira equipe chegou, encontrou todo primeiro andar cheio de fumaça, com um incêndio totalmente desenvolvido", lembrou o bombeiro Rafael Esteve, à rádio COPE.

A evacuação se tornou "complicada porque eram pessoas que não podiam se mover e, em muitos quartos, foi preciso tirar muita gente na própria cama", disse, acrescentando que "a fumaça foi o que causou o maior dano".

- Grandes danos no primeiro andar -O chefe regional dos bombeiros, José Miguel Basset, informou que o fogo começou no primeiro andar, lugar onde "era impossível a sobrevivência".

A prefeita de Moncada, Amparo Orts, informou à rádio pública RNE que a ala do prédio afetada pelo incêndio "ficou muito deteriorada". Ainda não se sabe se o lar de idosos poderá continuar prestando serviço.

De acordo com a imprensa local, o incêndio pode ter sido causado por um curto-circuito em um equipamento médico de oxigênio em um dos quartos.

Ao meio-dia de hoje, as autoridades locais fizeram um minuto de silêncio na sede da prefeitura, que decretou três dias de luto oficial.

Esse mesmo lar de idosos sofreu outro incêndio há 14 anos, quando morreu uma mulher de 80 anos, e várias outras pessoas sofreram com inalação de fumaça.

"Meus sentimentos às famílias das pessoas falecidas. Acompanhamos com preocupação a evolução das pessoas feridas. Todo nosso apoio para elas e para a cidade", tuitou o presidente do governo, Pedro Sánchez.

O presidente regional valenciano, Ximo Puig, foi ao local e informou em declarações à RNE que a Guarda Civil está inspecionando a área para confirmar a causa "desta desgraça".

"Mas agora o fundamental é que as pessoas feridas possam se recuperar", completou.

bur-hmw/du/al/zm/tt/aa