PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Seis presos palestinos são condenados a mais cinco anos de prisão em Israel por fuga

22/05/2022 18h07

Jerusalém, 22 Mai 2022 (AFP) - Seis palestinos, que cumprem pena de prisão perpétua em Israel, foram condenados no domingo (22) a mais cinco anos de prisão por sua espetacular fuga, que levou a uma busca de vários dias para recapturá-los, anunciaram seus advogados.

Em 6 de setembro de 2021, esses seis palestinos presos por realizar ataques anti-israelenses escaparam da prisão de Gilboa (norte) por um túnel que levava ao exterior da prisão.

Descritos como "heróis" do lado palestino, eles se tornaram os homens mais procurados em Israel, que enviaram reforços militares e drones para encontrá-los.

Duas semanas após fugirem, os seis homens foram capturados.

Acusados pela fuga, foram condenados no domingo a cinco anos de prisão e multas de 5.000 shekels (pouco menos de 1.500 dólares).

"Meu cliente disse ao tribunal que não se arrependeu de sua fuga porque não tinha nada a perder", disse Raslan Mahajana, advogado de um dos detidos, a repórteres.

Entre os presos estão Mahmud Ardah, do movimento armado Jihad Islâmica, preso desde 1996 e considerado o mentor da operação de fuga, e Zakaria al-Zubeidi, ex-chefe local do braço armado do partido Fatah, do presidente da Autoridade Palestina, Mahmud Abas.

mib/awa/eg/dg