PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Putin diz que Rússia ajudará a 'superar crise alimentar' se Ocidente suspender sanções

26/05/2022 14h25

Moscou, 26 Mai 2022 (AFP) - O presidente russo, Vladimir Putin, afirmou nesta quinta-feira (26) que a Rússia ajudará a "superar a crise alimentar" causada pelo bloqueio às exportações de grãos russos e ucranianos se os países ocidentais suspenderem as sanções contra Moscou.

A Rússia "está pronta para dar uma contribuição significativa para superar a crise alimentar graças à exportação de cereais e fertilizantes desde que o Ocidente suspenda as restrições adotadas por razões políticas", disse Putin em conversa telefônica com o chefe de governo italiano, Mario Draghi, segundo o Kremlin.

Ainda de acordo com o Kremlin, a iniciativa da ligação partiu do governo italiano.

Putin chamou as acusações ocidentais de que Moscou está bloqueando as exportações de grãos ucranianos de "infundadas".

"As dificuldades que surgiram estão relacionadas, entre outras coisas, a interrupções no funcionamento das cadeias produtivas e de suprimentos, além das políticas financeiras dos países ocidentais durante a pandemia de coronavírus", disse ele.

"A situação foi agravada pelas restrições antirrussas impostas pelos Estados Unidos e pela União Europeia", disse ele, referindo-se às sanções impostas a Moscou.

A Ucrânia, um dos principais exportadores de milho e trigo, viu sua produção paralisada pelos combates. Já a Rússia não pode vender sua produção e seus fertilizantes devido às sanções ocidentais. Ambos os países produzem um terço do trigo do mundo.

De acordo com um comunicado do governo italiano, "a conversa telefônica abordou a evolução da situação na Ucrânia e os esforços para encontrar uma solução comum para a atual crise alimentar, além das graves repercussões nos países mais pobres do mundo".

bur/oaa/js-sag/mis/jc/mvv