PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Alemanha eleva nível de alerta sobre gás após redução do fornecimento russo

7.set.2020 - Placa direciona para a entrada da instalação de aterramento da linha de gás Nord Stream 2 em Lubmin, no nordeste da Alemanha - Odd Andersen/AFP
7.set.2020 - Placa direciona para a entrada da instalação de aterramento da linha de gás Nord Stream 2 em Lubmin, no nordeste da Alemanha Imagem: Odd Andersen/AFP

23/06/2022 06h59

A Alemanha elevou o nível de alerta nesta quinta-feira para continuar garantindo o fornecimento de gás, um mecanismo que coloca o país perto de medidas de racionamento depois que a Rússia reduziu em 60% as entregas pelo gasoduto Nord Stream.

"Estamos em uma crise de gás, que virou um recurso raro", declarou o ministro da Economia, Robert Habeck.

Este nível de alerta dá ao governo a possibilidade de "apoiar" o mercado diante dos preços elevados.

A terceira e última etapa do plano é o "nível de urgência" e permite ao Estado organizar um racionamento, com o objetivo de distribuir o gás entre particulares, prédios públicos e empresas.

Na semana passada, o fornecimento de gás para a Alemanha pelo gasoduto Nord Stream registrou queda de 60%. O grupo russo Gazprom alegou um problema técnico.

Mas para o governo alemão esta foi uma "decisão política", em um momento de tensão entre a Rússia e os países ocidentais pela guerra na Ucrânia, que começou no fim de fevereiro e provocou importantes sanções internacionais contra Moscou.

No momento, as reservas da Alemanha estão em 58%, um nível superior ao dos últimos anos. Mas se o fornecimento via Nord Stream continuar "em um nível baixo", o nível de reserva de 90% recomendado pela lei alemã para enfrentar o inverno não será alcançado, segundo o ministério.

Internacional