PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

ONU anuncia reduções suplementares em sua ajuda alimentar ao Iêmen

27/06/2022 13h45

Dubai, 27 Jun 2022 (AFP) - O Programa Mundial de Alimentos da ONU (PAM) anunciou reduções suplementares em sua ajuda ao Iêmen devido a um déficit crônico de financiamento, inflação e as repercussões do conflito na Ucrânia.

No Iêmen, país com 30 milhões de habitantes e o mais pobre da Península Arábica, o PAM afirma ajudar 19 milhões de pessoas, dois terços das quais (13 milhões) recebem ajuda alimentar de emergência.

"Agora somos obrigados a reduzir esse apoio a cinco milhões de pessoas para menos de 50% das necessidades diárias e para 25% das necessidades diárias para os outros oito milhões", indicou o PAM em comunicado.

O Iêmen está devastado desde 2014 por uma guerra entre as forças do governo, apoiadas por uma coalizão militar liderada pela Arábia Saudita desde 2015, e os rebeldes houthis, apoiados pelo Irã.

Em dezembro, o PAM estimou que "mais da metade da população do Iêmen, ou seja 16,2 milhões de pessoas, enfrentam a fome aguda e metade das crianças menores de cinco anos (2,3 milhões) corre o risco de desnutrição.

sy/hj/bk/eg/mb/ap