PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Rússia proíbe entrada de 43 personalidades canadenses em retaliação contra Ottawa

27/06/2022 19h11

Moscou, 27 Jun 2022 (AFP) - A Rússia proibiu nesta segunda-feira (27) outras 43 personalidades canadenses de entrar em seu território, em resposta às sanções anunciadas por Ottawa contra cidadãos russos por causa de sua ofensiva militar na Ucrânia.

O Canadá, por sua vez, anunciou novas sanções contra a Rússia.

A nova lista publicada pelo Ministério das Relações Exteriores da Rússia inclui Suzanne Cowan, presidente do Partido Liberal Canadense, bem como Mark Carney, ex-governador do Banco do Canadá e do Banco da Inglaterra.

Altos funcionários, conselheiros políticos e membros da sociedade civil também foram sancionados.

A diplomacia de Moscou denunciou a "russofobia bélica" do governo Trudeau e especificou que essas são medidas de retaliação contra a aplicação em maio pelo governo canadense de "novas sanções contra líderes de empresas russas e membros de suas famílias".

Incluindo a lista mais recente de Moscou, mais de 700 canadenses foram proibidos de entrar na Rússia desde o início da invasão da Ucrânia em 24 de fevereiro.

O Canadá impôs sanções a mais de 1.070 indivíduos e entidades da Rússia, Ucrânia e Belarus pela ofensiva militar de Moscou.

bur-mlk/ast/vgr/am