PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Autor de homicídio de estudante no Egito é condenado à morte

28/06/2022 12h52

Cairo, 28 Jun 2022 (AFP) - Um tribunal egípcio condenou à morte, nesta terça-feira (28), o autor do homicídio de uma estudante, em frente à sua universidade, depois dela ter rejeitado suas investidas, indicou uma fonte judicial.

O veredicto foi pronunciado em Mansoura, ao norte de Cairo, dois dias após a abertura do julgamento.

Esta sentença será enviada ao grande mufti do Egito, uma alta autoridade religiosa encarregada de confirmar as penas de morte.

O tribunal declarou que Mohamed Adel é culpado pelo "assassinato premeditado" da estudante Nayera Achraf, especificando que o réu confessou o crime durante o julgamento, disse a fonte judicial.

Segundo as autoridades do Egito, cerca de oito milhões de mulheres foram vítimas de violência - seja por parte do cônjuge, de um conhecido ou de estranhos em espaços públicos - de acordo com uma pesquisa realizada pela ONU em 2015.

O crime de homicídio pode ser punido com pena de morte no Egito, que em 2021 foi o terceiro país que mais realizou execuções no mundo, segundo uma contagem da Anistia Internacional.

str/bha/hj/vl/an/mb/ap