PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Polícia afirma ter frustado outro tiroteio em 4 de julho nos Estados Unidos

06/07/2022 19h21

Washington, 6 Jul 2022 (AFP) - A polícia de Richmond afirmou nesta quarta-feira que frustrou um tiroteio durante as comemorações do 4 de Julho naquela cidade americana, no mesmo dia em que um homem matou sete pessoas em um desfile no subúrbio de Chicago.

Segundo o comandante da polícia de Richmond, Gerald Smith, uma pessoa avisou à polícia que havia ouvido uma conversa sobre um plano para atacar Dogwood Dell, grande parque da cidade onde milhares de pessoas iriam se reunir para assistir a shows e à queima de fogos de artifício no feriado.

O telefonema levou a polícia em 1º de julho a um imóvel onde encontrou um dos dois homens potencialmente envolvidos com dois rifles de assalto, um revólver, carregadores e munição. Identificado como Julio Alvardo-Dubon, 52, cidadão não americano, ele foi preso por posse de armas de fogo.

O segundo suspeito, Rolman Balcarcel, 38, foi preso ontem sob as mesmas acusações. "Sua intenção era realizar um tiroteio em massa durante as comemorações de 4 de julho", disse Gerald Smith, acrescentando que o motivo é desconhecido.

Smith elogiou a pessoa não identificada que avisou a polícia em Richmond, situada a 153 km de Washington. "Não se sabe quantas vidas esse cidadão herói salvou com um telefonema", ressaltou.

A localidade de Highland Park, no Illinois, segue comovida com o massacre de segunda-feira, no qual sete pessoas morreram e outras 30 ficaram feridas.

pmh/mlm/erl/cjc/lb