PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Eurodeputados buscam acelerar uso de combustíveis sustentáveis no setor aéreo

07/07/2022 13h04

Estrasburgo, França, 7 Jul 2022 (AFP) - O Parlamento Europeu aprovou nesta quinta-feira (7) um roteiro para acelerar o uso de combustíveis sustentáveis na aviação e assim reduzir as emissões de gases do efeito estufa no transporte aéreo.

Este guia, que será a base das negociações entre os eurodeputados e os Estados do bloco, estabelece que os combustíveis disponíveis nos aeroportos da União Europeia (UE) incluirão ao menos 2% de renováveis em 2025, 37% em 2040 e 85% para 2050.

Estas taxas mínimas são significativamente superiores aos objetivos propostos inicialmente pela Comissão Europeia, que propunha um piso de 32% em 2040 e 63% para 2050.

Entretanto, os eurodeputados pedem a ampliação da definição de combustíveis considerados "sustentáveis".

No projeto apresentado pela Comissão, o termo abrangia os combustíveis sintéticos (produzidos pela extração de hidrogênio da água e do CO2 atmosférico) e biocombustíveis de resíduos agrícolas - algas, biomassa e óleo de cozinha usado.

No entanto, o Parlamento propõe acrescentar à definição os combustíveis baseados em carvão reciclado produzido a partir do tratamento de gases emitidos por instalações industriais.

Os eurodeputados excluíram os biocombustíveis elaborados a partir de culturas destinadas ao consumo humano ou animal ou derivados de óleo de palma e soja.

O eurodeputado liberal dinamarquês Soren Gade disse que "a aviação é um dos setores mais difíceis de descarbonizar. (...) Se não agirmos, seremos forçados a parar de voar" para cumprir as metas estabelecidas no combate à mudança climática.

A associação de companhias aéreas A4E (Airlines For Europe) elogiou a adoção do plano, mas recordou que os combustíveis sustentáveis serão sensivelmente mais caros que o querosene da aviação.

Para isso, a entidade expressou temor de que os dispositivos previstos sejam insuficientes para que as companhias aéreas possam enfrentam a competição das companhias de fora da UE.

ug/ahg/jvb/mr