'Brasil se escreve com S!' A outra campanha da Seleção na Copa América dos Estados Unidos

Na Copa América dos Estados Unidos, a Seleção Brasileira não está apenas focada em recuperar seu prestígio. A equipe Canarinho também iniciou uma cruzada para que os estrangeiros, especialmente os anglófonos, tirem o "z" de seu nome. Porque "Brasil se escreve com S"! 

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) lançou na quinta-feira (20) a campanha "This is Brasil" (Isso é Brasil), com o propósito de que a palavra "Brazil", como é escrita principalmente em inglês, seja coisa do passado. 

Um vídeo divulgado nas redes sociais afirma que o 'Z' é "rígido, quadrado, sem graça", enquanto o 'S' de Brasil, a grafia do nome do país em português e espanhol, está cheio de "curvas, de vida". 

"Como ter uma letra tão quadrada em um país onde se joga com a bola mais redonda? Nosso drible já nasce em forma de 'S', a gente até transforma o que é quadrado em bola ou em gol", afirma o vídeo, que tem narração do cantor Jorge Aragão. 

A peça é acompanhada por gols icônicos da Seleção, que mostram os movimentos curvilíneos da bola: desde o incrível gol de falta de Roberto Carlos contra a França em um amistoso em 1997, até o chute decisivo de Carlos Alberto Torres na vitória sobre a Itália na final da Copa do Mundo de 1970. 

"A letra 'S' é usada como símbolo do espírito do nosso povo, representando o sorriso, a samba e a ginga que caracterizam nossa cultura", afirmou a CBF em comunicado. 

A entidade explicou que a iniciativa faz parte de uma estratégia de comunicação para reconectar os brasileiros com a Seleção, da qual se distanciaram devido a resultados esportivos adversos e à apropriação por setores conservadores da camisa 'amarelinha'. 

O Brasil estreará na Copa América na segunda-feira (24) contra a Costa Rica em Inglewood (Califórnia), encerrando a primeira rodada do Grupo D, que também conta com Colômbia e Paraguai.

raa/ol/jb/yr

Continua após a publicidade

© Agence France-Presse

Deixe seu comentário

Só para assinantes