Cypress Hill e Orquestra de Londres tocarão juntos, como previram Os Simpsons há 30 anos

Os Simpsons previram há quase 30 anos e agora se torna realidade: o famoso grupo de hip hop dos anos 1990, Cypress Hill, se apresentará na noite desta quarta-feira(10) com a Orquestra Sinfônica de Londres no Royal Albert Hall. 

A banda americana dividirá o palco com o conjunto londrino para reinterpretar os sucessos do álbum "Black Sunday", de 1993, que vendeu mais de três milhões de cópias nos Estados Unidos e passou um ano nas paradas britânicas. 

Em um episódio de Os Simpsons transmitido em 1996 na televisão americana, os membros do Cypress Hill percebem que organizaram sem querer, sob os efeitos de maconha, um show com os músicos da Orquestra Sinfônica de Londres. 

Durante anos, fãs pediram aos rappers e à orquestra londrina que tornassem esta colaboração uma realidade. Os músicos brincaram com a possibilidade várias vezes nas redes sociais. 

"Vamos @londonsymphony", propôs há cinco anos no antigo Twitter (atual X) o famoso grupo de West Coast Rap -- gênero de hip hop da costa oeste dos Estados Unidos --, que em 2019 inaugurou sua estrela na Calçada da Fama em Hollywood.

A Orquestra Sinfônica de Londres respondeu citando a frase do episódio da animação: "Tocamos principalmente música clássica, mas vamos tentar". 

Para esta colaboração, os músicos da orquestra, que afirma ser a mais gravada do mundo, trabalharam em arranjos dos sucessos "Insane in the Brain" ou "I Wanna Get High" do trio de Los Angeles, que vendeu mais de 20 milhões de cópias em todo o mundo. 

"Estamos conversando sobre isso há muitos anos, desde que o episódio de Os Simpsons foi ao ar pela primeira vez", confessou o líder da banda, B-Real, em entrevista à BBC nesta quarta-feira. 

"É um momento muito especial para nós. Já tocamos em vários locais históricos durante a nossa carreira [...] mas nenhum tão prestigiado como este", acrescentou. 

Continua após a publicidade

"Obrigado aos Simpsons porque sem esse episódio nunca teríamos feito isso". 

Não é a primeira vez que a famosa série americana prevê - ou influencia - a realidade. Em um famoso episódio de março de 2000, Donald Trump apareceu como presidente dos Estados Unidos, mais de 15 anos antes de ser eleito na vida real.

jj/phz/cla/bow/bc/mb/jc

© Agence France-Presse

Deixe seu comentário

Só para assinantes