Djokovic avança às semifinais de Wimbledon por lesão de Alex De Minaur

O tenista sérvio Novak Djokovic (N.2) se classificou para as semifinais de Wimbledon, torneio que aspira conquistar pela oitava vez, após a desistência por lesão de seu rival nas quartas de final, o australiano Alex de Minaur (N.9).

"Claro que não é o anúncio que gostaria de fazer... Estou devastado, mas preciso deixar o torneio devido a uma lesão no quadril", afirmou De Minaur. 

"Não é um segredo para ninguém que esta deveria ser a partida mais importante da minha carreira, mas esta é uma lesão singular", disse o australiano de 25 anos.

"Acordei esta manhã querendo sentir algum tipo de milagre, mas havia um grande risco de agravar a lesão se eu entrasse em quadra. Um estiramento, um deslizamento poderia levar uma lesão de três a seis semanas para quatro meses de baixa. É muito para arriscar".

O australiano sentiu a lesão no quadril no último ponto da partida das oitavas de final em que venceu o francês Arthur Fils. 

Djokovic, 37 anos, sonha com o oitavo título na grama de Wimbledon e em aumentar seu recorde de conquistas em Grand Slams para 25.

Ele enfrentará na semifinal de sexta-feira o italiano Lorenzo Musetti (N.25), que passou pelo americano Taylor Fritz (N.12).

Do outro lado da chave, a semifinal será disputada entre o espanhol Carlos Alcaraz (N.3 e atual campeão de Wimbledon) e o russo Daniil Medvedev (N.5).

ig/mcd/avl/fp/aa/cb

Continua após a publicidade

© Agence France-Presse

Deixe seu comentário

Só para assinantes