Polícia da África do Sul prende dois homens por tentar vender leões ilegalmente

A polícia da África do Sul prendeu dois homens acusados de terem tentado vender leões ilegalmente, anunciou um grupo que luta contra o tráfico de espécies selvagens nesta quinta-feira (11). 

Os presos são Nico Scoltz, de 32 anos, e Huu Tao Nguyen, de 53 anos e de nacionalidade vietnamita, segundo a polícia sul-africana e a fundação Wildlife Justice Comission. 

Os dois homens foram presos por agentes infiltrados, depois que a polícia recebeu uma denúncia de que um homem asiático vendia leões ilegalmente. 

A Wildlife Justice Comission, com sede nos Países Baixos e que ajuda as forças de segurança a lutar contra o tráfico de espécies selvagens, disse que Nguyen tinha prometido vender seis leões a agentes infiltrados. 

O homem apresentou os agentes a Scoltz, que os levou a uma fazenda onde os animais estavam. Depois de concluir a transação, os dois homens foram presos, segundo a polícia. 

Uma arma e 50 munições foram encontradas em seu veículo. 

Os presos foram acusados de violar as leis de biodiversidade e de associação criminosa, segundo a polícia. 

ub/ger/clr/bc/eg/dd/aa

© Agence France-Presse

Deixe seu comentário

Só para assinantes