MetrôRio não pretende aumentar o número de cartões para o próximo Reveillon

A concessionária MetrôRio não pretende aumentar em 2016, o número de cartões da Operação Especial de Réveillon. A empresa considerou que o número de 143 mil cartões disponibilizados para a virada deste ano em Copacabana foi suficiente para atender ao público no serviço que já se tornou tradicional durante a festa de fim de ano.

Nas primeiras horas de hoje (1º) a volta para casa dos usuários foi meio tumultuada para muitos passageiros. Houve acúmulo e filas de pessoas nas estações. Apesar disso, o MetrôRio avaliou que a operação especial para o Réveillon funcionou dentro do previsto para atender ao público que se dirigiu ao bairro.

De acordo com a concessionária, o grande número de pessoas foi causado pela quantidade concentrada no mesmo horário para o uso do serviço. A empresa explicou que para orientar os passageiros nas estações Cardeal Arco Verde, Siqueira Campos e Cantagalo, em Copacabana; e General Osório, em Ipanema; agentes de segurança prestavam informações aos usuários.

Ainda conforme a empresa, o horário de ida mais procurado para a compra dos bilhetes foi a faixa de 21h e 22h, seguido do período 20h/21h. Já para a volta não era preciso marcar a hora e o passageiro podia pegar os trens quando quisesse. As vendas dos cartões começou no dia 7 de dezembro e terminou ontem (31) às 14:45 para os únicos bilhetes ainda disponíveis para a faixa de horário 23h/24h. Para ida e volta, o bilhete custou R$ 7,40, enquanto que para apenas uma direção ficou em R$ 3,70, mesmo valor da tarifa normal do MetrôRio.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos